Exorbitar os vícios em miados, jogar os sinônimos e as senhas no lixo orgânico. Não haver identificação com as pedras, ser uma pedra em seu modo integral. Medidas restritivas para a anormalidade grave. Abusar somente do se comprimir pela gravidade. Há muito de contradição em dicções repetitivas. Sobram saturações naquelas palavras enferrujadas. Na ciranda cantei sobre a magia de não mais querer morrer. As mãos se desataram. O inimigo desabrocha novamente em outra fase. Na identidade uma crise que cisma em me descrever. Essa alavanca aciona alguma dúvida que meu idioma não me ajuda a traduzir. Sem palco, sem intenções. Somente atos que falam.